Liderança Inspiradora

Cada vez com mais frequência, as empresas vêm decretando o fim das divisórias em seus escritórios, com o objetivo de integrar os funcionários num ambiente menos formal e mais transparente. O estímulo ao trabalho em conjunto, contudo, deve obedecer a alguns critérios. O primeiro passo consiste em estabelecer metas e objetivos claros a serem cumpridos pelo grupo ao longo de determinado período. O líder tem a missão de inspirar, incentivar, cobrar e viabilizar as boas ideias.

ORIENTAÇÃO PARA A AÇÃO

Quando o líder “faz acontecer”. Quando é capaz de sistematizar e estruturar ações, de modo a garantir maior eficácia nos resultados. Se os resultados não foram tão positivos nessa área, procure trabalhar com metas ambiciosas, ancoradas em projetos e na orientação da chefia. Participar de comitês de processos e de grupos multidisciplinares de trabalho é importante.

PERFIL:

  1. Tem iniciativa para apresentar soluções imediatas;
  2. Organiza tarefas, controla recursos e estabelece prioridades com a máxima eficiência;
  3. Fica atento a assuntos e questões que possam sugerir uma oportunidade para um novo aprendizado;
  4. Presta atenção aos procedimentos de trabalho de colegas dos quais depende de alguma forma;
  5. Cria novos modelos, desenvolvendo mudanças e aperfeiçoamentos para produtos e serviços.

ORIENTAÇÃO PARA O CLIENTE

Quando se mostra hábil em compreender o mercado e os clientes. Revela capacidade para estabelecer objetivos e valorizar ações e resultados voltados para o atendimento e a satisfação do cliente. Sempre contribui com soluções efetivas. Para desenvolver-se nessa área é necessário gerir o negócio em sintonia com a estratégia e o mercado, vinculando o trabalho ao contexto organizacional.

PERFIL:

  1. Dispõe de tempo para dedicar-se à compreensão das necessidades dos clientes.
  2. Dedica-se ao desenvolvimento contínuo de atitudes preventivas, a fim de evitar erros.
  3. Aprimora métodos e técnicas de trabalho independentemente das exigências críticas do momento.
  4. Identifica e analisa as principais tendências que afetam a área de atuação e o negócio como um todo.
  5. Entende as demandas do negócio, do mercado e dos clientes, oferecendo soluções que agregam valor.

ORIENTAÇÃO PARA O GRUPO

Revela aptidão para construir e conduzir times de trabalho. Sabe interagir com pessoas diferentes, mostrando cooperação e adaptabilidade. Revela prontidão para administrar conflitos e delegar de acordo com o nível de resposta das pessoas. Tem habilidade para harmonizar seu próprio tempo, cuidando das relações interpessoais e motivando o time. Para desenvolver-se nessa área, é importante promover um ambiente favorável à realização das atividades profissionais, ampliando o comprometimento da equipe. Desenvolver a cultura do feedback e compartilhar os objetivos organizacionais a fim de assegurar um maior envolvimento das pessoas.

PERFIL:

  1. Cria relacionamentos produtivos, que servem de boa base para o desenvolvimento de trabalhos em outras atividades;
  2. Intervém nos conflitos para ajudar as partes envolvidas a chegarem a um acordo;
  3. Fica satisfeito com o desenvolvimento das pessoas às quais deleguei responsabilidades;
  4. Investe em ações que aumenta a motivação da equipe, levando-a a atingir suas metas;
  5. Mantém as pessoas motivadas e conscientes de suas necessidades de progredir.

ORIENTAÇÃO PARA OS NEGÓCIOS

Tem habilidade para relacionar fatores externos e internos e conduzir o negócio, com mobilidade de conhecimento e ação entre empresa, mercado, país e mundo. Está consciente da visão, da missão, dos valores e da estratégia do negócio, identificando tendências futuras e oportunidades de soluções na sua área de atuação. O desenvolvimento nessa área requer uma análise constante dos desafios da economia atual.

PERFIL:

  1. Muda seu comportamento buscando a integração com a equipe, visando atingir objetivos comuns;
  2. Sente facilidade para identificar oportunidades potenciais de negócios, administrando riscos de diferentes naturezas;
  3. Tem consciência da visão, da missão e das estratégias de negócio da empresa em que trabalha;
  4. Está atualizado em relação aos princípios e práticas gerais do negócio, bem como às suas prioridades;
  5. Cria planos estratégicos que tenham impactos significativos sobre os negócios.

 

FONTE: Guia Valor Econômico de Desenvolvimento Profissional. Stela Campus. Editora Globo.

Anúncios

Comente aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s