O líder que “faz acontecer”!

Cada vez com mais frequência, as empresas vêm decretando o fim das divisórias em seus escritórios, com o objetivo de integrar os funcionários num ambiente menos formal e mais transparente. O estímulo ao trabalho em conjunto, contudo, deve obedecer a alguns critérios. O primeiro passo consiste em estabelecer metas e objetivos claros a serem cumpridos pelo grupo ao longo de determinado período. O líder tem a missão de inspirar, incentivar, cobrar e viabilizar as boas ideias.

Continuar lendo

Anúncios

Não existe organização estabilizada que prospere e conquiste mercado sem clientes satisfeitos.

E indiscutível que a excelência no atendimento ao cliente é um dos maiores diferenciais competitivos do mercado e o fator principal para o crescimento de empresas de saúde é a evolução das empresas. Não existe organização estabilizada que prospere e conquiste mercado sem clientes satisfeitos.

Continuar lendo

CURSO – GESTÃO DE PESSOAS EM ORGANIZAÇÕES DE SAÚDE

Uma empresa pode ter a melhor tecnologia, mas se não tiver uma equipe unida e comprometida com o negócio, não será possível alcançar as metas e os objetivos organizacionais. Gerenciar Pessoas é um desafio em qualquer ambiente profissional, mas em organizações de saúde, as emoções podem exercer uma influência maior.

Por isso o gestor precisa aprender a lidar com as próprias emoções e com as emoções de sua equipe, para extrair o melhor de cada um. Instituições de saúde no mundo todo, estão carentes de gestores emocionalmente competentes. Não basta ter só conhecimento técnico, mas é preciso também saber lidar com as pessoas, que são cheias de sentimentos e emoções.

Continuar lendo